Plano de negócios – Modelo para franquias: como criar um?

Para muitas pessoas, começar o próprio empreendimento é um grande sonho, mas também um desafio. Por isso que cada vez mais profissionais optam pelo modelo de franquia, já contando com uma marca bem estabelecida para fazer seu investimento. Porém, mesmo que os riscos envolvidos sejam menores, ainda é importante pensar no modelo de plano de negócios para a franquia.

Apesar de sua importância, alguns investidores esquecem de elaborar e alinhar seu plano de negócios antes de entrarem em uma franquia, o que prejudica bastante suas chances de sucesso. Se você pretende obter o maior retorno financeiro possível com seu investimento, então precisa pensar também em um plano de negócios.

Para ajudar a entender melhor o assunto, vamos falar mais sobre o que é um modelo de plano de negócios, qual é sua importância para o franqueado e como criar o seu. Acompanhe.

O que é o plano de negócios?

De forma bem simples, trata-se de um planejamento realizado por um empreendedor, com o objetivo de guiar o trabalho realizado em seu negócio. Dentro desse planejamento, são estabelecidos os pontos mais importantes sobre como o negócio será conduzido e o que é necessário fazer para melhorar suas chances de sucesso.

Em muitos casos, a própria franqueadora apresenta um plano de negócio, um modelo ou oferece orientação sobre como montar um. Afinal, é de interesse dela que seus franqueados tenham a maior rentabilidade possível. Porém, é sempre útil adaptar esses modelos à sua realidade e ao contexto onde a unidade será aberta.

Por que é importante ter um modelo de plano de negócios para sua franquia?

Mesmo que seja um passo importante para seu sucesso, muitos investidores pulam essa etapa do planejamento, tentando acelerar o início do negócio. Porém, se você comparar diferentes unidades, verá como as mais planejadas têm melhor índice de sucesso.

Veja aqui alguns dos pontos que tornam esse plano tão importante para o franqueado.

1.  Guiar ações de longo prazo – Plano de Negócios

Nenhuma empresa se forma com base em uma única ação. Todas as suas metas precisam ser divididas em metas menores, as quais requerem um período de tempo para serem concretizadas. Ter um plano de negócio é fundamental para que você não perca seu direcionamento ao longo do caminho, assegurando que seu objetivo original será alcançado com o máximo possível de eficácia.

2. Facilitar o entendimento do mercado

Outra parte importante do seu modelo é saber quais são as expectativas do público, o que eles buscam e como você pode atender a estas demandas. Na hora de tomar certas decisões, você precisa ter em mente esses fatores, especialmente no que diz respeito ao público consumidor. Sem esses parâmetros, você não pode avaliar com precisão as chances de seu negócio ser bem-sucedido.

3. Aumentar suas chances de sucesso criando um bom plano

Estar ciente de demandas não atendidas ou conhecer algumas oportunidades de mercado antes dos concorrentes é o primeiro passo para se destacar. O seu modelo de plano de negócios para franquia é uma parte importante nesse processo. Se você levar em conta as principais possibilidades de mercado e se preparar de acordo, então o sucesso da sua franquia é quase garantido.

4. Manter sua filial alinhada com os padrões da franquia

Por fim, mas não menos importante, é bom lembrar que uma filial ainda faz parte de uma marca já estabelecida. Você terá direito a alguma autonomia com relação a como conduzir seu negócio, mas os clientes ainda esperam receber produtos, serviços e atendimento mais próximos do modelo estabelecido. Sendo assim, mesmo que você precise fazer ajustes ao longo do caminho, esse plano vai ajudar a manter tudo em ordem.

6 dicas para elaborar o modelo de plano de negócios para franquia

Agora que você entende melhor a importância de ter um plano de negócio, é hora de ver como você pode criar seu próprio modelo. Confira aqui algumas dicas que vão ajudar.

1. Faça um estudo de viabilidade

Antes mesmo de escolher em qual franquia investir, veja se há boas chances de sucesso e crescimento no local onde você pretende abrir sua unidade. É necessário haver demanda próxima, acessibilidade e público com poder aquisitivo, ou nenhum de seus planos originais conseguirá se manter na prática.

2. Defina seu público-alvo

O público-alvo, como você já deve ter ouvido falar, é um perfil de consumidor que você busca, incluindo faixa etária, classe social, gênero e localidade. Quanto mais específica for essa definição, mais eficiente tende a ser sua conversão de leads. É melhor focar em um nicho do que tentar agradar a todos os públicos possíveis.

3. Avalie os custos e taxas do investimento

Há outra parte do modelo de plano de negócios que nem sempre é esclarecida de antemão: o dinheiro. Mais especificamente, o quanto você precisa injetar para que o sistema comece a funcionar. Por isso é importante listar todos os custos de investimento, taxas recorrentes e comparar com o retorno esperado antes de se comprometer com um plano.

4. Estabeleça seus objetivos e metas

Ter metas bem definidas é o que diferencia bons planejadores de outros gestores e empreendedores. Estabelecer um plano de negócios que envolva objetivos quantificáveis e prazos bem definidos ajuda não só a manter o melhor direcionamento, mas também alcançar resultados mais tangíveis.

5. Acompanhe os concorrentes

Observar outras empresas na mesma área dará várias informações importantes sobre o mercado e suas demandas. Por exemplo, você pode estudar as faixas de preços que elas usam e usá-las como base para sua própria precificação.

6. Confira como a franqueadora auxilia

Por fim, mas não menos importante, entre em contato com a franqueadora e veja se eles já oferecem um modelo de plano de negócios, ou se prestam algum auxílio na sua elaboração/adaptação. Franqueadores que oferecem mais apoio sempre são mais promissores como parceiros de negócio.

Agora que você entende a importância do modelo de plano de negócios para franquias, é hora de começar a elaborar o seu. Lembre-se que, mesmo depois que ele é confirmado, você ainda pode precisar fazer ajustes para mantê-lo nos trilhos.

E se você quer se interar mais sobre esse tipo de negócio, veja aqui nosso artigo explicando o que é um contrato de franquia e esteja ainda melhor preparado.

0 respostas

Deixe uma resposta

Want to join the discussion?
Feel free to contribute!

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *